Deputado Renzo Vasconcelos destina R$ 1,2 milhão para agricultura familiar.

Os investimentos foram aplicados em calçamentos rurais, veículos e implementos agrícolas.

 

O deputado estadual Renzo Vasconcelos (Progressistas) destinou até agora no seu mandato na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) R$1,2 milhão em recursos para as famílias rurais capixabas.

Entre emendas parlamentares e articulações com o Governo do Estado, o parlamentar colatinense já garantiu a construção de calçamentos rurais, e aquisição de veículos e implementos agrícolas para diversas comunidades rurais do ES.

“Todo recurso que chega faz uma diferença enorme nas nossas associações rurais, sobretudo, na vida dos trabalhadores e trabalhadoras do campo”, explicou o deputado.

Renzo disse ainda que, fortalecendo com infraestrutura e ferramentas de trabalho, a qualidade da produção e de vida das famílias tende a crescer.

“O calçamento novo melhora o acesso às estradas principais, possibilitando um deslocamento mais rápido em casos emergenciais de saúde. O pilador de café e o secador potencializam a produção. Os recursos melhoram significativamente o bem-estar no campo”, finalizou.

Agricultura familiar

Apesar da pequena dimensão territorial, o Espírito Santo tem uma diversidade enorme: a agricultura familiar capixaba se caracteriza pela variedade produtiva, social, cultural e econômica. Essa heterogeneidade permite que o ES se destaque nos cenários nacional e internacional como produtor de várias culturas agrícolas.

São 108 mil estabelecimentos agropecuários no Espírito Santo, conforme dados parciais do Censo Agropecuário 2017 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Historicamente, os levantamentos indicam que grande parte desses estabelecimentos pertence à agricultura familiar.

Apesar de numerosos, os agricultores familiares ocupam uma pequena área do território capixaba: apenas 20%, conforme o Censo de 2006. E esses mesmos agricultores são responsáveis por produzir cerca de 80% dos alimentos que chegam à mesa dos capixabas. Mesmo com pouca terra, eles são os protagonistas da economia agrícola.

Texto: Carlos Pereira  |  Foto: Breno Zardini

Att,

Comunicação Renzo Vasconcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *