Investimento em geração de energia solar: aliado do meio ambiente e da economia.

Empresários capixabas contam com recursos do Bandes para investimento em energia fotovoltaica.

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 05 de junho, sempre é um convite para refletir sobre como as atitudes humanas interferem na saúde do planeta. A busca por investimentos em fontes alternativas de energia, que fogem à matriz hidrelétrica com menor impacto ambiental e maior eficiência elétrica, é uma boa alternativa para empresários que queiram aliar desenvolvimento econômico com responsabilidade socioambiental.



Neste cenário, a energia solar se destaca como uma importante fonte alternativa para a geração de energia elétrica, que, além de estimular a geração de energia limpa, é também uma boa opção para empresas diminuírem o peso da conta de energia. No Estado, o Programa de Economia Verde do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), desenvolvido desde 2015, apoia diversas iniciativas voltadas às boas práticas ambientais, como o financiamento para produção de energia renovável e eficiência energética, como a instalação de placas fotovoltaicas, por exemplo.

O diretor de Negócios do Bandes, Marcos Navarro Kneip, destaca que um dos papeis desenvolvidos pelo banco é buscar estar alinhado com os anseios da sociedade, proporcionando o desenvolvimento sustentável. “Como instituição de fomento, cabe ao Bandes buscar soluções contemporâneas, com o objetivo de introduzir inovações nas áreas de eficiência energética, fontes alternativas de geração de energia e outras atividades que se tornam prioritárias, a partir da adoção do conceito de Economia Verde”, destaca Kneip.

No último ano, os recursos contratados junto à instituição quadruplicaram, alcançando o valor de R$ 4,3 milhões em 2020. O investimento é uma ótima opção para comércios e indústrias, que buscam a redução de custos operacionais, pois é uma economia direta. O valor investido é atrativo, pois retorna em aproximadamente quatro anos, proporcionando mais de 25 anos de geração de energia, com ótimo custo/benefício pela independência de energia.

Compostos pelas placas solares e demais equipamentos do kit de energia solar, esses sistemas transformam a luz do sol em energia elétrica e podem suprir todo o consumo de um comércio ou empresa, garantindo uma economia de até 95% na conta de luz.

Atualmente, a Diretoria de Negócios do banco está estudando proposta de alterações nesse produto para alinhá-la ao Programa de Geração de Energias Renováveis do Espírito Santo (Gerar). A iniciativa tem o objetivo de diversificar a matriz energética. O programa será coordenado pela Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides), terá seis eixos de atuação, sendo eles: instrumentos regulatórios, incentivos fiscais e/ou tributários, P&D (pesquisa e desenvolvimento), acesso à rede, desenvolvimento regional e financiamentos.

Informações sobre linhas de financiamento:
www.bandes.com.br
faleconosco@bandes.com.br

Informações à imprensa:
Gerência de Comunicação Institucional do Bandes
Bárbara Deps Bonato / Wilson Igreja Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *