MANIFESTO EM DEFESA DO BRASIL

A Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) vem a público manifestar irrestrito apoio ao veto do governo federal ao reajuste para servidores. A manutenção do veto é fundamental para o Brasil prosseguir no rumo da responsabilidade fiscal, no momento em que as contas públicas já se encontram debilitadas, com o teto de gastos sob ameaça, em função da recente recessão e do necessário combate à pandemia de Covid-19.

A eventual supressão do veto, na lei que assegura ajuda a Estados e municípios para o enfrentamento da pandemia, abre a possibilidade de gasto adicional de R$ 120 bilhões a R$ 130 bilhões, agravando o déficit primário do setor público, que fechou o primeiro trimestre em R$ 402 bilhões, o pior resultado da série histórica.

Somente no Espírito Santo, um Estado que se destaca por seu equilíbrio fiscal e ambiente de negócios favorável, o impacto negativo pode ser superior a R$ 250 milhões.

Importante lembrar que a economia brasileira já vinha abalada em função do recente período recessivo: nos últimos 6 anos o PIB do país encolheu perto de 4%. Neste ano, deve encolher em torno de 6%. O desemprego já atinge 13,3%, prejudicando 12,8 milhões de brasileiros.

O setor privado tem adotado severas medidas para enfrentar o cenário atual, com corte de gastos, redução de carga horária e salário, suspensão de contratos e desligamentos.

Não se trata aqui de questionar a importância desta ou daquela categoria. Mas possibilitar um reajuste para trabalhadores que já contam com estabilidade, vencimentos e aposentadorias integrais indica uma demonstração de insensibilidade, neste momento de extrema gravidade.

Reiteramos o apoio ao veto do governo. Contamos com a responsabilidade de nossos representantes em Brasília.

A pandemia vai passar. O país reúne todas as condições para superar o cenário atual, promover reformas estruturais e reencontrar o caminho do crescimento sustentável, gerando oportunidades para todos os brasileiros. Para isso, precisamos de muito trabalho, união e responsabilidade.

Vitória, 20 de agosto de 2020.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESPÍRITO SANTO – FINDES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *